sexta-feira, 11 de março de 2011

Amigos Lunares

19 de fevereiro, praia do diabo, linda noite d lua cheia!
Jaya jaya jaya chandraaa!!!



Esse encontro acontece todo início d lua cheia. Uma gde roda é formada sob a luz da lua.
No centro, frutas, velas, flores...
Pessoas q desejam e acreditam na paz compartilham mantras, meditações, poesias... silêncio...

Na foto abaixo, eu, meu primo lindo q eu amo, Otávio, e sua maravilhosa e zen mulher Meera!
Foi show!



Essa é a Paula Shanti Lee!
Q voz é essaaaa???? Manda mto!
Ganesha-a-a, Ganesha-a-a, Ganesha-a-a...


Agora a galera toda! Meu bb tirou a foto, por isso ñ aparece. Do meu lado tá a Meera, no meu ombro esquerdo, o Ian e atrás dele o Otávio.


Nessa, eu é q ñ estou, pois estou no lugar d sempre, né... atrás das lentes...


Fiquem tranquilos, eu aviso qdo rolar o próximo!

Bjs a todos e namastê!

*
ps. meu Ganeshinha, lóóógico, ñ poderia deixar d apresentar algum dos seus inúmeros talentos, por isso, aqui está o link da aplaudidíssima 'palhinha' d flauta q ele teve a humildade d compartilhar com os simples mortais d bem q lá estavam!

O nariz q ele tá usando é o do movimento Acorda Palhaço da Paula Shanti. Lindo, né?






*

terça-feira, 1 de março de 2011

Chakras

A palavra “chakra” vem do Sânscrito e significa “roda de luz”, "roda da lei", "roda da vida" ou "morte". Chakras são pontos de energia de diferentes vibrações, representando diferentes aspectos do corpo, da alma e do espírito. Simbolizam a lei da natureza, estando em constante movimento. Eles estão localizados ao longo da coluna vertebral do corpo humano.

Alguns clarividentes conseguem enxergar cada um desses pontos, com sua forma e cor específica. Através da Radiestesia e outras formas de tratamentos alternativos, pôde-se constatar que a maioria das doenças são decorrentes do desequilíbrio dos chakras ou da entrada de energia negativa nesses pontos vitais.

Os chakras harmonizados nada mais são do que o equilíbrio entre as polaridades Yin (feminino, frio e úmido) e Yang (masculino, quente e seco). O esquema dos sete chakras é o mais usado nas terapias alternativas. Entretanto, existem inúmeros outros chakras menores, atuando num esquema dinâmico de intercâmbio energético.

Sua função é de receber e transmitir energia para as áreas afetadas do corpo físico, trazendo o equilíbrio. Trabalhando com os chakras, é possível unir todos os aspectos de nossas vidas, incluindo os aspectos físicos, materias, espirituais, sexuais e etc.

Os chakras são centros de conjunção de energias que circulam ao longo de uma espécie de "sistema nervoso subtil" que se chama Nadis. É por eles que circula a energia vital: PRANA

Os chakras criam-se no ponto de intersecção dos Nadis. É nestes centros de força que se encontram o plano terrestre e o plano cósmico. Apresentam-se sob a forma de um cone (funil) e a raiz dos sete chakras principais está conectada ao canal central (o canal Sushumna), com uma parte nas costas, que recebe a energia, e a parte da frente, que a emite. Quando se trata um chakra desperta-se a Kundalini.

É através destes centros de energia que os seres humanos recebem e transmitem. Os chakras alimentam o corpo físico e todos os corpos subtis, alimentam-se de tudo o que, no universo, é energia.

Todos os nossos estados de consciência são condicionados pelo estado energético dos nossos chakras.

No corpo físico, encontra-se sete chakras principais, sendo três mestres e quatro maiores. Sabemos que existe trezentos chakras menores espalhados pelo corpo físico. Também há muitos chakras que se encontram fora do corpo. Quando todos os chakras estão abertos e balanceados, a energia nos permite comunicar com os espíritos do Universo.

Os chakras são divididos da seguinte maneira:

- - Os três chakras localizados na cabeça e na região da garganta, são governados pela razão.

- - Os chakras que estão localizados na frente do corpo, são governados pela emoção.

- - Os chakras que estão localizados na parte de trás do corpo, são governados pelo desejo.

Cada chakra está associado com uma das sete cores do arco-íris.

*

Texto tirado d um site bem legal chamado Mistérios Antigos.

Na foto, lógico, o meu modelo preferido e amado por todos... meu Ganeshinha!